domingo, 2 de dezembro de 2012

2013: Um ano de releituras...

Todo ano eu estabeleço alguma meta maluca relativa a leitura. Nos últimos dois anos, a meta maluca é acompanhada via Skoob - e eu chamo a meta de maluca, principalmente, porque em plena idade adulta e cheia de responsabilidades (que é claro, não necessariamente eu assumo) espero ter o mesmo número de leituras dos meus 14, 15 anos... Aquela época em que a gente era feliz e, sim, sabia.

Nesse ano, já foi uma conquista manter o número em apenas 72 (quantidade estabelecida de maneira quase aleatória, significa apenas duas páginas do skoob, algo muito mais fácil de acompanhar visualmente). No ano passado, por exemplo, eu cheguei a ter 150 livros como meta mas... Mesmo que eu fosse muito foda (*sorry*), um livro por semana seria o máximo que eu poderia almejar...

Estava pensando em encerrar o ano com um post sobre as leituras mais interessantes do ano. Afinal de contas, como apaguei esse blog duas vezes nos últimos seis meses, e anos e anos de posts foram para o lixo, ninguém tem como me cobrar sobre que fim levaram minhas metas para o ano (alguém sabe? alguém viu?) - posso posar de leitora assídua sem entrar no fato de que o que era importante mesmo não foi feito, rs.

Agora não sei se já estou sobre a influência dos fantasmas das metas dos Natais passados, presentes e futuros mas... Dei uma travada violenta nas leituras de final de ano desde Outubro. Aquela conscientização básica de que "quantidade" não é "qualidade" baixou por aqui e... Como eu li muito livro digno de mais atenção esse ano, acho que vale a pena colocar um plano de releitura em ação... A maior parte dos livros lidos merece mais algum tempo debruçado sobre eles; então eu já nem sei se vou planejar alguma leitura para 2013, ou se vou me dedicar em rever em mais detalhes o que foi lido.

Queria estabelecer é uma meta para literatura na verdade, pois o meu foco principal é sempre livros técnicos e sobre desenvolvimento pessoal - dificilmente eu pego algum livro de literatura para ler... Acho que o último que eu li foi (estou achando nada, estou é buscando o skoob que não me falha a memória)... "O vendedor de armas"... em 2011 e logo depois de "A insustentável leveza do ser" - o que deixou o livro ainda mais triste. Dica: nunca leia um best seller descartável depois de um livro fodástico; sua irrelevância ficará absurdamente mais evidenciada. É como tomar Guaraná Antártica e depois Dolly Guaraná... E lembre que isso é uma metáfora, não faça isso também!

Da pilha grande de livros ainda não lidos, estou tentando selecionar 12 livros literários para dedicar um bom tempo em 2013... Aceito dicas. O resto do tempo será utilizado em releituras - não dá para seguir em frente sem aproveitar direito o que se tem em mãos.